top of page

Pacientes em tratamento ganham perucas em parceria da Santa Casa BH com ONG

Lançamento da campanha de doação de cabelos aconteceu nesta quinta-feira (12/5/2022), no Instituto de Oncologia


Maria Clara recebeu a doação de uma peruca para ter mais autoestima no tratamento contra a alopécia(foto: Tulio Santos/EM/D.A Press)


Autoestima, beleza diferenciada e vida nova. Ao se deparar novamente com um espelho a sua frente, a dona de casa Ana Maria de Souza Silva, de 67 anos, vai se ver de forma diferente e esquecerá por alguns minutos o drama de enfrentar por duas vezes o câncer na mama. Depois de perder os cabelos no tratamento com quimioterapia, ela voltou a sorrir ao receber uma peruca, fruto de uma parceria da Santa Casa BH com a ONG Fio de Luz, que disponibilizou os acessórios para os pacientes na luta contra a doença.

A inauguração do projeto aconteceu nesta quinta-feira (12/5/2022), no Instituto de Oncologia da Santa Casa, com presença da Miss Brasil Internacional, Lorena Arianne, embaixadora da causa e que foi diagnosticada com um linfoma não-hodgkin em 2018.

Além da enorme bateria de exames, cirurgias e procedimentos de quimioterapia e radioterapia, a queda de cabelo se torna um grande desafio no tratamento da doença, sobretudo para as mulheres. Nesse sentido, a iniciativa vai atender aos pacientes da Santa Casa BH com as perucas confeccionadas de diferentes estilos, com valores que chegam a R$ 500.



Ana Maria recebeu novos cabelos das mãos da miss Brasil Internacional Lorena Arianne(foto: Roger Dias/EM/D.A Press)


Ana Maria já conhece todo o tratamento árduo, após contrair a mesma doença em 1979. Mas, desta vez, a batalha será vista de forma distinta, após receber novos fios. “Estou muito feliz. É difícil, mas temos fé de que tudo dará certo. Nós que somos mulheres sempre queremos estar mais arrumadinhas, não importa a idade. Não queria beleza, queria minha saúde. Mas ganhei beleza também”, afirma.

“Para passar por isso tudo, é preciso ter força. E estar mais bonita é muito melhor”, complementa.

A emoção de ter novos fios foi a mesma vivida pela estudante Maria Clara Paula Santos, de 15, que está em tratamento de alopécia, doença não-transmissível e genética, que atinge os folículos pilosos causando a perda de cabelos. Na luta contra a enfermidade desde os seis anos, ela se motiva com a possibilidade de mudar o visual. “Ajuda muito na autoestima. Antes, tinha que usar um chapéu para cobrir a cabeça, pois sofria muito bullying. Agora, com a peruca, tudo será de outra forma, ajudando, inclusive, na saúde mental”.


Emocionada, Lorena Arianne fez questão de colocar os novos cabelos em cada uma das pacientes que desejavam mudar a identidade, ciente de todo o sofrimento que passou em anos anteriores. . No ano passado, com a remissão da doença, ela venceu o concurso de Miss Brasil Internacional.

“Em 2018, fui diagnosticada com a doença, com metástase nos dois pulmões. Foi um período muito difícil da minha vida, mas tentei levar com força e fé. Passei por transplante de medula óssea. É um prazer estar aqui para usar minha história e motivar outras pessoas a seguirem firmes na batalha”, diz.

Mobilização

Para o provedor da Santa Casa BH, Roberto Otto Augusto de Lima, é fundamental que os cidadãos de Belo Horizonte se mobilizem na iniciativa de criação de novas perucas com a doação de cabelos. “Um dos efeitos colaterais da quimioterapia é a perda de cabelo, o que faz a pessoa perder a autoestima. Mas dados científicos mostram que melhorando essa autoestima acaba interferindo positivamente no tratamento. É muito importante que a população participe da campanha, doando cabelos na Santa Casa. Nossa missão é melhorar a vida das pessoas e cumprimos de diversas formas”.

As doações podem ser feitas na provedoria da Santa Casa BH (Rua Alvares Maciel, 611). Posteriormente, os fios serão repassados à ONG Fios de Luz para a confecção das perucas.


9 visualizações0 comentário
bottom of page