top of page

Lançamento da campanha de doação de cabelos aconteceu nesta quinta-feira (12/5/2022), no Instituto de Oncologia


Maria Clara recebeu a doação de uma peruca para ter mais autoestima no tratamento contra a alopécia(foto: Tulio Santos/EM/D.A Press)


Autoestima, beleza diferenciada e vida nova. Ao se deparar novamente com um espelho a sua frente, a dona de casa Ana Maria de Souza Silva, de 67 anos, vai se ver de forma diferente e esquecerá por alguns minutos o drama de enfrentar por duas vezes o câncer na mama. Depois de perder os cabelos no tratamento com quimioterapia, ela voltou a sorrir ao receber uma peruca, fruto de uma parceria da Santa Casa BH com a ONG Fio de Luz, que disponibilizou os acessórios para os pacientes na luta contra a doença.

A inauguração do projeto aconteceu nesta quinta-feira (12/5/2022), no Instituto de Oncologia da Santa Casa, com presença da Miss Brasil Internacional, Lorena Arianne, embaixadora da causa e que foi diagnosticada com um linfoma não-hodgkin em 2018.

Além da enorme bateria de exames, cirurgias e procedimentos de quimioterapia e radioterapia, a queda de cabelo se torna um grande desafio no tratamento da doença, sobretudo para as mulheres. Nesse sentido, a iniciativa vai atender aos pacientes da Santa Casa BH com as perucas confeccionadas de diferentes estilos, com valores que chegam a R$ 500.



Ana Maria recebeu novos cabelos das mãos da miss Brasil Internacional Lorena Arianne(foto: Roger Dias/EM/D.A Press)


Ana Maria já conhece todo o tratamento árduo, após contrair a mesma doença em 1979. Mas, desta vez, a batalha será vista de forma distinta, após receber novos fios. “Estou muito feliz. É difícil, mas temos fé de que tudo dará certo. Nós que somos mulheres sempre queremos estar mais arrumadinhas, não importa a idade. Não queria beleza, queria minha saúde. Mas ganhei beleza também”, afirma.

“Para passar por isso tudo, é preciso ter força. E estar mais bonita é muito melhor”, complementa.

A emoção de ter novos fios foi a mesma vivida pela estudante Maria Clara Paula Santos, de 15, que está em tratamento de alopécia, doença não-transmissível e genética, que atinge os folículos pilosos causando a perda de cabelos. Na luta contra a enfermidade desde os seis anos, ela se motiva com a possibilidade de mudar o visual. “Ajuda muito na autoestima. Antes, tinha que usar um chapéu para cobrir a cabeça, pois sofria muito bullying. Agora, com a peruca, tudo será de outra forma, ajudando, inclusive, na saúde mental”.


Emocionada, Lorena Arianne fez questão de colocar os novos cabelos em cada uma das pacientes que desejavam mudar a identidade, ciente de todo o sofrimento que passou em anos anteriores. . No ano passado, com a remissão da doença, ela venceu o concurso de Miss Brasil Internacional.

“Em 2018, fui diagnosticada com a doença, com metástase nos dois pulmões. Foi um período muito difícil da minha vida, mas tentei levar com força e fé. Passei por transplante de medula óssea. É um prazer estar aqui para usar minha história e motivar outras pessoas a seguirem firmes na batalha”, diz.

Mobilização

Para o provedor da Santa Casa BH, Roberto Otto Augusto de Lima, é fundamental que os cidadãos de Belo Horizonte se mobilizem na iniciativa de criação de novas perucas com a doação de cabelos. “Um dos efeitos colaterais da quimioterapia é a perda de cabelo, o que faz a pessoa perder a autoestima. Mas dados científicos mostram que melhorando essa autoestima acaba interferindo positivamente no tratamento. É muito importante que a população participe da campanha, doando cabelos na Santa Casa. Nossa missão é melhorar a vida das pessoas e cumprimos de diversas formas”.


As doações podem ser feitas na provedoria da Santa Casa BH (Rua Alvares Maciel, 611). Posteriormente, os fios serão repassados à ONG Fios de Luz para a confecção das perucas.


24 visualizações0 comentário

Atualizado: 11 de mar. de 2022

Em parceria com a ONG Fio de Luz e o Tif’s Cabeleireiros, o Programa Minas Tênis Solidário promoverá...






Em parceria com a ONG Fio de Luz e o Tif’s Cabeleireiros, o Programa Minas Tênis Solidário promoverá, no dia 15 de setembro, das 10h às 16h, a oportunidade dos associados e colaboradores doarem seus cabelos para pacientes em tratamento contra o câncer no Hospital das Clínicas da UFMG. Quem tiver cabelos com mais de 20 cm de comprimento poderá doá-los e ainda ganhar a finalização do corte feita por um profissional do Tif´s Cabelereiros, um dos salões mais conceituados de Belo Horizonte, no mercado há 40 anos. Os sócios serão atendidos na área da Piscina de Lazer do Minas I. Já para os colaboradores, o ponto de atendimento será na Sala Multimeios, no 5º piso do Centro de Facilidades (CF5), também na Unidade I do clube. A ONG Fio de Luz, criada pelo ex-colaborador do Minas Edmilson Marques, o Edy, produz perucas que são doadas para pacientes com câncer, atuando em 32 pontos de coletas, em Centros Oncológicos de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Bahia e, em breve, terá uma unidade em Atlanta, nos Estados Unidos. Em Belo Horizonte, os hospitais beneficiados pela organização são o São Francisco e o Felício Rocho. Coordenado por Denise Lobão, esposa do presidente do Minas, Ricardo Vieira Santiago, o Programa Minas Tênis Solidário oferece aos sócios e colaboradores do Clube oportunidades para atuar em benefício de entidades assistenciais, disponibilizando tempo e habilidades para ajudar quem precisa. Atualmente, o programa apoia 53 instituições cadastradas, entre casas de acolhimento de crianças, adolescentes e idosos, escolas e hospitais, além de projetos que atendem pessoas em situação de rua.

0 visualização0 comentário
bottom of page